Instituto ÇaraKura

Carregando...
Redes sociais:
RSS

Indicar página

Cogestão do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro

O Parque Estadual da Serra do Tabuleiro (PEST) está localizado na faixa litorânea do estado de Santa Catarina, ao sul da Ilha de Florianópolis e é a maior Unidade de Conservação de proteção integral de Santa Catarina. O PEST abrange parte de oito municípios do estado e mais 9 ilhas marítimas. No total são aproximadamente 90.000ha que representam pouco menos de 1% do total remanescente da Mata Atlântica e quase 1% do território estadual.

Mapa: Território do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. Fonte: FATMA

O PEST foi criado por um decreto em 1975, muito devido ao seu idealizador Padre Raulino Reitz, que dedicou sua vida ao catecismo e conseguiu um lugar na história através dos estudos botânicos que são destaques mundial. Na extensão do Parque, muitos são os motivos que tornam essa área tão relevante para todos os seres humanos, independente de sua nacionalidade:

  • Abriga o ecossistema mais expressivo da costa sul-brasileira;
  • Desde as paisagens da Restinga e Manguezal no litoral, subindo a serra, passa pela Floresta Pluvial da Encosta Atlântica, Floresta de Araucárias e nas partes mais altas, encontram‐se os Campos de Altitude compondo 5 das 6 tipologias vegetais existentes no estado, sendo uma característica única entre os parque brasileiros.
  • Presença da Equisetum giganteum (cavalinha), um dos últimos representantes de um dos grupos vegetais mais antigos existentes (350 milhoes de anos).

Foto: Equisetum giganteum. Fonte: Cristina Braga

  • Presença de espécies raras como a Canela preta (Ocotea catharinensis), a Araucária (Araucaria angustifolia) e outra endêmica como a Orquídea (Stelis reitzii).
  • Presença do mamífero mais raro do mundo, o Preá (Cavia intermédia) que somente existe na Ilha dos Moleques do Sul. Também são habitantes das região o Gato do mato pequeno (Leopardo tigrinus), o tucano de bico verde (Ramphastos dicolorus), ambos ameaçados de extinção.

Foto: Cavia intermédia. Fonte: Nina Furnani

 

Essa é a primeira vez no Estado de Santa Catarina que é feito um arranjo oficial para a Gestão compartilhada conforme determinado na Lei Federal nº 9.985 (SNUC) entre uma OSCIP (Instituto Çarakura) e o órgão responsável (FATMA). Esse projeto tem o objetivo administrar a visitação no Parque oferecendo visitas guiadas com monitores interdisciplinares e utilizando os atrativos do parque como ferramenta da educação ambiental. Durante a visita no sede do paque são vistos:

  • Maquete com os limites do parque, ecossistemas e bacias hidrográficas;
  • Fotos da fauna e flora;
  • Casa açoriana;
  • Trilha da restinga
  • Apresentação de fantoche para crianças.

Foto: Centro de Visitação do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro

 

O projeto estima receber cerca de 30 a 40 mil visitantes em 1 ano. Também serão realizadas oficinas nas escolas municipais no entorno do Parque, levando a importância da preservação dos recursos naturais e estimulando atividades. Aproveite o Domingo e venha ao Centro de Visitantes do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. O parque está aberto das 09:00h as 16:00h, também é possível realizar o agendamento para a visita de grupos ou de escolas. Para maiores detalhes entre em contato pelo fone: 3286-2624 ou pelo email: centrodevisitanestabuleiro@gmail.com.

Foto: Educação Florestal no Centro de visitação do Parque.

Confira a reportagem completa produzida pela Diário Catarinense sobre os 40 anos do Parque.

Comentários

Adicionar comentário